Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Silêncios

Talvez poesia, talvez nada. Um sondar d'alma e pouco mais

Silêncios

Talvez poesia, talvez nada. Um sondar d'alma e pouco mais

Dom | 16.01.22

Estrelas no Olhar

Maria

 

 

Cantinho dos Sentimentos" — Eu AMO ficar olhando as estrelas. Faz pensar,...

 

 No céu...
Carreiros, caminhos e estradas.
Brancos, serpenteantes com se nevasse há pouco.
Entre o negro que os ladeia, das mais nuvens enfurecidas.


Em terra...
Aves alvoroçadas, piam estridentes.
Pressentindo e ouvindo o que aos nossos sentidos passa adiante.
Enquanto a tarde indiferente termina.

Avizinha-se outra noite.
O mesmo pouso para mim, ave canora de arribação.
Com as estrelas no olhar, a cabeça sem lugar...

Que nem na almofada ao pousar!
Consegue deixar de voar.
Céu adentro, ou raso ao chão.