Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Silêncios

Poesia

Silêncios

Poesia

09.11.20

Não Sei...

Silêncios

 

 

500+ For love of the lens ideas in 2020 | photography, photo, black and  white

 

Não sei as pedras sentirão os meus pés descalços.
Se guardarão o seu quente, secos. 
As do mar... 
O seu húmido, salgado.
Quando de seixo em seixo, molhado...
Ouso saltitar.

 

Não sei se os campos sentem o meu cuidado ao andar.
Como torno mais leves os passos, para não enterrar...
Galhos afiados.
Cascalho lascado,
no chão... 
Que considero a pele da Terra.


Não sei se os campos me veem passar.
Com as árvores falar.
Se sentem, quando me deito na erva tenra...
O bater do meu coração.
Conseguem ler...
As palmas da minha mão.

 

Não sei se a Terra me sente.
Tendo nela tanta gente...
Se o Firmamento me dá alguma da sua atenção.
Quando olho para as estrelas.
Caminho sob elas.
Sem nunca temer... a escuridão. 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.