Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Silêncios

Talvez poesia, talvez nada. Um sondar d'alma e pouco mais

Silêncios

Talvez poesia, talvez nada. Um sondar d'alma e pouco mais

Qui | 06.01.22

Um pedaço de mim

Maria

 

 

estrada.jpg

 

Caminho rumo a ontem.
Não o acho!
Estugo o passo...
Quem mo tirou do caminho?

Sem o ontem...
Não estou completa.
Não posso alcançar a meta.
Se não está, onde a deixei!


Não! Não tentes emprestar-me o teu.
Apesar de ficar grata.
O meu ontem desapareceu.
E com ele, a minha meta.

 

O que faço eu aqui?
Sem ontem para recordar.
Casa ou braços aonde voltar.
Falta um pedaço de mim.

 

Sem passado, não há presente.
E o futuro comprometido.
Onde está o que me tiraram?
O que se passa comigo?

 

 

 

4 comentários

Comentar post